Bus stop

Querida,

Hoje está um dia daqueles que eu já vi, vivi e me lembro muito bem como foram. Uma mistura de ressaca, fome por proteína e doce e o coração na mão. Borboletas no estômago dificultam a distinção entre o que é sonolência e o que é realmente pressentimento. Você me diz que está esperando um milagre. Mas sempre estamos, não estamos? Sempre estamos tentando acalmar essas nossas benditas vontades, até aquelas que estão mais para necessidades primárias. Não sei, realmente, se são as borboletas ou o efeito persistente do álcool, mas quando falamos de milagre dá um friozinho na espinha. Eu não quero alimentar falsas sensações. Deus sabe quanta pedra você tem carregado. Mas se você quiser uma companhia nesse ponto final para esperar um milagre, conta comigo.

Bjs

Anúncios

Um pensamento sobre “Bus stop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s