Eu e ele

Eu vou pro jardim plantar. Ele vai pra marcenaria. Eu volto pra dentro de casa três, quatro, cinco vezes para tomar café na canequinha. Ele volta só uma e toma café uma única vez no copo de bar. Eu dou 30 voltas em volta da casa olhando, limpando e escolhendo como ampliar e desenhar o meu jardim. Ele não sai do lugar, debruçado sobre a bancada e seu caderninho de esboços e projetos e as tantas caixas de ferramentas. Eu volto pra casa, decido o almoço, troco de roupa, prendo o cabelo, vou até ele levando alguma coisa para forçá-lo a comer e não perder mais peso. Ele dá uma bocada esfomeada, mas diz que não quer mais e negocia o almoço pra mais tarde. Eu volto pro jardim, espalho meia dúzia de ordens, me estico e corro cotia. Ele me chama, pede um carinho e minha opinião. Faço umas caretas para seus projetos, rabisco tudo por cima. Ele argumenta, me mostra o correto em 3D. Decidimos como eu gosto e ele executa. Sempre somos assim: eu vou, volto, corro, me afasto e me aproximo. Ele sempre está lá, me esperando pra dar um último palpite nas suas obras.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Eu e ele

  1. Que saudade de ver você escrever… álias, ótimos os 3 últimos textos hein?!?

    E ai, preparada para apagar mais uma velinha em breve?

    Eu já to me corroendo com a minha… 😦

    Bjo.
    Saudades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s