DNA da preguiça

Todo dia, ele acorda e corre para a minha cama. Não são nem 8h e ele já está cochichando na minha orelha: mãe, faz uma mamadeira pra mim.

Mas, às terças, dia de natação, ele ancora na cama.

A aula começa às 9h.

Hoje, 8h35, ele grita, daquele jeito meio junkie baby, com a mamadeira caída de lado, ainda deitado na cama dele: mãe, dormir é tão bom!

Anúncios

Um pensamento sobre “DNA da preguiça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s