As boas filhas a casa tornam

É como se o mundo ficasse em slow motion. É como se um monstro saísse de dentro de nós e avançasse para o ataque. É cruel, é determinado e muito forte. Nos dá medo. Mas essa fúria alimenta algo ruim, bastante obscuro e muito depressivo, que está faminto. É uma fome de explodir. E explodimos. Todas juntas. Ana, Ana Lúcia e Analu. Cegas e mortais. Cegas e idiotas. No final, a tristeza da vitória inexistente. A realidade patética de atitude estúpida cumprida. Sem nada a comemorar.

Anúncios

Um pensamento sobre “As boas filhas a casa tornam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s